emagrecimento e hipnose

Emagrecimento e Hipnose: Um caminho para cuidar do corpo e da mente

Você sabia que emagrecimento e hipnose tem tudo a ver?

Você sabia que emagrecimento e hipnose tem tudo a ver?

Todos sabemos que um estilo de vida que preza por uma alimentação rica em nutrientes vindos da natureza, assim como a prática constante de esportes e outras formas de movimentar o corpo, impulsionam melhores condições de vida e longevidade. Quando priorizamos esse estilo de vida, é comum perder alguns quilos e tonificar os músculos; nos tornamos flexíveis e temos uma maior disposição para as tarefas comuns do dia a dia.

São inúmeros os benefícios que os hábitos saudáveis trazem às nossas vidas, refletindo até mesmo na saúde mental e no bem-estar psíquico. De fato, não há pontos negativos quando começamos um estilo de vida saudável e responsável. Todo ser humano precisa buscar a movimentação e a nutrição do corpo: fugir do sedentarismo é primordial!

O emagrecimento pode ser entendido como uma consequência dessas mudanças no estilo de vida. Muitas pessoas acreditam que a busca por emagrecer diz respeito apenas a uma questão de estética, e acabam focando nesse aspecto, negligenciando os demais. Elas chegam a prejudicar seu corpo com dietas malucas e remédios desconhecidos, buscando - literalmente - uma pílula mágica.

A verdade é que por trás de todo esse glamour da valorização da estética, há limites fisiológicos que precisam ser levados em consideração para não cairmos em distúrbios alimentares ou algum problema de saúde mais severo.

Além disso, um corpo magro nem sempre é sinônimo de vida saudável e muito menos um corpo gordo é sinônimo de patologias. É só perceber os corpos dos atletas em diferentes esportes: eles tem várias formas e tamanhos, mesmo que todos se alimentem bem e se exercitem acima da média.

Mas se o objetivo é de fato perder alguns quilinhos, é importante ficarmos atentos para algumas questões que dizem respeito à maneira pela qual buscamos esses objetivos, e os motivos por trás da busca.

Além do mais, se você pretende mudar sua alimentação, ou está lidando com problemas alimentares, não hesite em buscar ajuda de um(a) nutricionista, pois alguém nessa profissional poderá dizer o que é melhor para o seu corpo.

Pressão Social e a busca por um padrão de beleza ideal

As relações sociais são a todo momento influenciadas por diferentes tipos de comunicação, desde  um simples diálogo, até as mensagens transmitidas por redes sociais, programas de TV e outras mídias.

Um dos grandes pilares da Hipnose Transformacional é a noção de que a comunicação interna, através dos pensamentos, e externa, através de tudo que nos impacta, leva a determinadas formas de agir.

Em outras palavras, nossos comportamentos são frutos das comunicações externas e internas que estão a todo momento criando novas formas de hipnose; as quais tomamos como verdade e influenciam a tomada de decisão.

Tanto o desejo de emagrecer, por um lado, quanto os comportamentos que nos fazem acumular mais peso, por outro, são guiados pela mesma dinâmica.

Dessa forma, as pessoas que buscam o emagrecimento podem entrar em estados de hipnose que causam ansiedade, frustração, culpa, sensações de não-pertencimento e autoestima baixa, quando não conseguem atingir os ideais que recebem a partir da comunicação.

Isso as faz buscar formas de conforto e segurança, para melhorar o ânimo, o problema é que esse conforto e segurança podem estar justamente nos hábitos que levam a engordar, como aquela comida gostosa, mas pesada, ou ficar o dia inteiro na cama, sem movimentar o corpo!

Por que a comida tornou-se vilã?

Muitos nutricionistas advertem que a chave do emagrecimento não é fazer dietas restritivas, pois quando deixamos de nutrir o nosso corpo, perdemos energia e ficamos fracos. Sem os nutrientes dos alimentos não podemos ir muito longe, e nos falta disposição até para fazer exercícios, além de aumentar a chance de anemia e outras doenças.

Acreditar que o alimento é o grande vilão do emagrecimento é um estado de hipnose que precisa ser trabalhado com mais precisão; pois ao ter essa percepção da comida, deixamos de comer e é provável que aconteça um efeito rebote.

A curto prazo, ficar horas sem comer ou ingerir apenas o mínimo pode até emagrecer, mas o corpo instintivamente entenderá que algo não está funcionando de acordo com o esperado.

Assim, na próxima vez que você for se alimentar, a fome será mais forte, muitas vezes impossível de controlar e é nesse momento que a compulsão alimentar aparece. Comemos compulsoriamente por não saber lidar com a fome extrema e temos resultados negativos em relação ao processo de emagrecimento.

Isso são mecanismos que o próprio corpo humano desenvolveu para evitar a morte - pense em nossos antepassados numa selva sem geladeiras ou supermercados, eles podiam ficar dias sem comida, então seria preciso ingerir tudo que estivesse ao alcance.

É claro que os alimentos encontrados por eles não eram sobrecarregados de açúcares, gorduras e carboidratos processados como os nossos, e o estilo de vida era muito mais ativo, então os seus corpos não engordavam.

Hoje temos um corpo semelhante, e um ambiente sem nenhuma relação com aquele. Sempre há comida disponível, e não há razão para andar 10 quilômetros por dia, logo não é estranho que metade da população esteja acima do peso.

Quando chega o efeito rebote, e você tem que lidar com os resultados negativos, é muito provável que a saúde mental seja afetada. Algumas pessoas chegam a desenvolver bulimia, anorexia, compulsão alimentar e até mesmo depressão.

Confrontar um estado de hipnose que desde criança fomos forçados a acreditar, sem ter o suporte adequado, nos leva para esses caminhos difíceis e pouco saudáveis, como acreditar que a comida é um grande vilão. Isso não somente fará com que você tenha uma vida infeliz, como também levará a adquirir transtornos psicológicos e fisiológicos mais graves.

É por essas razões que devemos sempre buscar profissionais qualificados para nos ajudar com o processo, seja por meio da nutrição para cuidar dos alimentos ou da terapia para ajustar nossa relação com a comida, as emoções e nosso próprio corpo.

O conhecimento de si aliado a Hipnose Transformacional

Quando vivemos um conflito de emoções, como normalmente ocorre com quem busca emagrecer, o autoconhecimento e a inteligência emocional são ferramentas indispensáveis. Elas abrem um caminho para entendermos quem somos e como podemos nos tornar uma pessoa melhor para nós mesmos e para o mundo.

Vivemos em constantes estados de hipnose e percepções que são sustentadas através da comunicação com o outro, que sempre terá impacto na forma como enxergamos o mundo. Por meio do autoconhecimento, é possível diferenciar com mais clareza quando essa influência está acontecendo, e se aproximar da resposta para questões como:

  • Eu realmente preciso emagrecer?
  • Isso é uma prioridade na minha vida?
  • É algo que deve ser feito a todo custo?
  • Quais são os motivos por trás desse desejo?

Independente da resposta, ter clareza sobre essas perguntas fará você lidar melhor com a pressão estética, ter confiança para levar suas decisões adiante e entender que as críticas do outro, quando existirem, dizem mais sobre ele do que sobre você.

Dessa forma, a sua comunicação interna vai se transformar, criando um novo estado de hipnose que afasta as crenças negativas sobre o próprio corpo e foca no que é importante para você - saúde, energia, bem-estar e felicidade.

É uma comunicação de amor por si mesmo, e caso você ainda deseje emagrecer, fará isso com respeito ao seu corpo e às suas emoções, pelo objetivo de se cuidar, e não por uma autoestima baixa ou por pressões externas.

Essa transformação de mentalidade faz você comer bem, se exercitar e adotar hábitos saudáveis como um novo estilo de vida, trazendo prazer e satisfação, ao invés de culpa e ansiedade.

Se você conversar com alguém que emagreceu de verdade, e manteve esse resultado ao longo de anos, vai ver como essa pessoa não está sempre fugindo de certos alimentos. Ela simplesmente não sente o mesmo desejo de comê-los.

O mesmo vale para as atividades físicas, elas deixam de ser uma obrigação e se tornam um momento prazeroso da rotina!

Ela tem uma nova identidade, e quando está em frente ao “alimento proibido” seu pensamento não é “amo bolo, mas não posso comer”. Ela talvez nem veja mais o bolo, ou pense nele como uma comida qualquer, sem experimentar a atração fatal.

É dessa forma que a Hipnose Transformacional pode ajudar você a emagrecer - não como um sacrifício ou uma pílula, mas como um novo estilo de vida que traz prazer e felicidade ao se cuidar todos os dias, fazendo com que um novo corpo seja um resultado inevitável!

Artigo publicado em:
14/04/2022
foto romanni

Romanni Souza

Criador da Hipnose Transformacional, graduado em psicologia pelo Unipam, e pós graduado em neurociências pela PUCRS. Fundador do Instituto Romanni, com mais de 20 mil pessoas transformadas.

Siga-nos nas redes sociais

instagram bar
icone atendente
Fale conosco
(34) 8416-2218
Siga o Instituto Romanni nas Redes Sociais
ASSINE AGORA +
Romanni SouzaTermos de UsoPolitica de Privacidade
© Copyright 2021. Todos os direitos reservados. | Instituto Romanni. CNPJ: 23.476.391/0001-10