meditacao-para-ansiedade

Meditação para ansiedade: Benefícios e dicas para começar hoje!

Controlar as emoções é um desafio para muitas pessoas, e por isso práticas como a meditação para ansiedade estão ganhando popularidade. Ela ajuda a acalmar sua mente, além de controlar os efeitos da ansiedade no corpo - como o coração e a respiração acelerados.

Aquela sensação desconfortável de que algo não vai bem, que irá acontecer alguma coisa ruim ou simplesmente aquela vontade constante para que algo aconteça com mais antecedência, são várias as formas para o que chamamos de ansiedade.

Controlar esse tipo de sensação é um desafio para muitas pessoas, e por isso práticas como a meditação para ansiedade estão ganhando popularidade. Ela ajuda a acalmar os pensamentos e emoções internas, além de controlar os efeitos da ansiedade no corpo - como o coração e a respiração acelerados.

Saiba mais sobre a ansiedade, e o uso da meditação como forma de ter controle sobre ela!

O que é a ansiedade?

Primeiramente devemos destacar a diferença entre o sentimento de ansiedade e os transtornos de ansiedade, uma vez que o primeiro é um sentimento universal que todos os seres humanos irão experimentar em algum momento da vida, enquanto os transtornos podem impedir que a pessoa tenha qualidade de vida nas suas relações com os outros e consigo mesma.

Digamos que você esteja aguardando um evento que acontecerá na sua cidade, a todo momento checa o calendário para ver quantos dias faltam, conta para seus amigos que está esperando esse momento chegar e sente um friozinho na barriga quando o evento está acontecendo. Essa é uma forma de ansiedade, ou expectativa.  

O medo é outro exemplo. Esse estado psicológico nos ajuda a sobreviver diante do mundo real, mantendo o alerta para qualquer risco de perigo. No entanto, conforme o medo paralisa,  como se o alerta estivesse sempre ligado causando desconfortos e mal-estar, é sinal de que as coisas não estão bem.

Essa ansiedade vem acompanhada de sintomas fisiológicos e psicológicos como falta de ar, tensão muscular, sudorese excessiva, perda de memória, insônia, dificuldade de concentração, irritabilidade, entre outros.

Caso estes sintomas persistam ou sejam frequentes, afetando negativamente as relações sociais, em casa, no trabalho e até momentos de lazer, é o momento de buscar ajuda profissional qualificada.

Seja no tratamento para os transtornos de ansiedade, ou quando o sentimento está acontecendo em níveis comuns, a meditação para ansiedade é uma ótima ferramenta. Ela pode acompanhar outras práticas, como psicoterapia, atividades físicas, alimentação adequada e tempo ao ar livre, gerando equilíbrio da vida de alguém.

A meditação para ansiedade permite o conhecimento do que acontece no próprio corpo e mente, além dos gatilhos que influenciam no aparecimento dos sintomas, e por isso é um bom começo para se livrar desses desconfortos.

A forma como a pessoa interpreta o ambiente também está relacionada com a ansiedade, e a meditação permite um olhar mais centrado, identificando ameaças reais - se existirem - e criando um plano para lidar com elas, ou descartando os perigos imaginários.

Quais os benefícios da meditação para ansiedade

Meditar traz muitos benefícios para a saúde física e mental, justamente pelo seu poder de acalmar e controlar sintomas emocionais de alta intensidade, como é o caso da ansiedade.

Essa prática impulsiona uma atenção voltada para a consciência e concentração. Diante disso, podemos perceber que manter a atenção no funcionamento da mente e do corpo auxilia no relaxamento e diminuição dos sintomas.

Há uma especulação de que os primeiros seres humanos, ao terem contato com o fogo, se sentiam atraídos pelas chamas e dedicaram uma atenção voltada somente para aquilo. Esses momentos traziam calma, afastando a ansiedade causada por fatores como falta de comida, doenças, animais perigosos e conflitos com outros grupos.

A meditação para ansiedade está presente desde então, mesmo que não tenha recebido esse nome.

Num cenário mais moderno, os médicos Herbert Benson e Robert Keith Wallace comprovaram por meio de um estudo que pacientes praticantes da meditação conseguiam manter o batimento cardíaco estável. Isso tem forte relação com a ansiedade, uma vez que um dos sintomas mais característicos é a aceleração de batimentos cardíacos, bombeando sangue para o corpo enfrentar o “perigo”.

Como praticar a meditação para ansiedade

Observação: Tente fazer observações de si mesmo ou do ambiente que te rodeia. Foque no que está sendo observado, mantenha atenção e tente afastar outros pensamentos. Pode ter certeza que essa simples concentração fará com que você tenha o autocontrole em suas mãos;

É importante praticar todos os dias, para ter acesso ao recurso quando for preciso. Você dificilmente vai lembrar disso quando estiver passando por uma crise, mas se treinar a meditação para ansiedade com consistência, será natural recorrer a ela quando for necessário.

Invista em atividades meditativas: Pense em pequenos exercícios de passa-tempo, como pinturas, jogos de memória, treinamento de foco e leituras. Todas essas atividades criam algo para a mente focar, evitando que ela seja tomada pela ansiedade;

Conheça seu corpo: Como a meditação permite um estado mais reflexivo, ela é muito útil para “ouvir” os sinais do corpo e reconhecer o surgimento da ansiedade. Procure olhar para o que ocorre antes dela aparecer: O coração acelera? O estômago embrulha? Os músculos travam?

Quanto mais você entender esses sinais, mais fácil será antecipar as crises de ansiedade e agir para impedir que elas tomem o controle da sua mente.

Vá além da meditação: Muitas pessoas podem meditar, e ainda assim os sintomas aparecem. Se você tem algum transtorno de ansiedade, busque outros tipos de tratamento, que podem envolver atividades diferentes, terapia ou medicação. Use todas as ferramentas para ter mais controle sobre a sua vida, afinal essa é a base para o bem-estar!

Conclusão

A meditação é uma prática que pode trazer muitos benefícios, inclusive no controle da ansiedade - mas ela não é uma pílula mágica, que vai resolver todos os problemas num piscar de olhos.

Medite, mas procure outras formas de cuidar da sua saúde, envolvendo o corpo e a mente. Pratique exercícios e busque alimentos saudáveis, não esqueça de dormir o bastante, e se perceber que a ansiedade está causando problemas mais sérios em sua vida, não tenha medo de buscar ajuda.

A nossa última dica é para que você pratique a Autoterapia. Ela é uma forma de lidar melhor com as emoções e outros estímulos internos, amadurecendo para enfrentar os desafios que a sua mente pode criar!

Artigo publicado em:
30/03/2022
foto romanni

Romanni Souza

Criador da Hipnose Transformacional, graduado em psicologia pelo Unipam, e pós graduado em neurociências pela PUCRS. Fundador do Instituto Romanni, com mais de 20 mil pessoas transformadas.

Siga-nos nas redes sociais

instagram bar
icone atendente
Fale conosco
(34) 8416-2218
Siga o Instituto Romanni nas Redes Sociais
ASSINE AGORA +
Romanni SouzaTermos de UsoPolitica de Privacidade
© Copyright 2021. Todos os direitos reservados. | Instituto Romanni. CNPJ: 23.476.391/0001-10