aprenda a dizer não

Aprenda a dizer não, e assuma o controle da sua vida

Para assumir o controle da sua vida, aprenda a dizer não. Essa palavrinha tem um poder enorme, pois é a única forma de priorizar . Quando algo é importante, não basta dizer “sim” para isso, é preciso também dizer não para todo o resto, fechar as outras portas e caminhar pela escolhida.

Quando entendemos as nossas necessidades e sabemos o que desejamos, dizer “não” é a forma mais consciente de continuarmos fiéis a nós mesmos. Alguém que sempre está falando “sim”  anula as próprias necessidades e desejos para encaixar-se dentro de outras vontades - com o passar do tempo isso vai tornando a pessoa mais reprimida e imatura emocionalmente.

Para assumir o controle da sua vida, aprenda a dizer não. Essa palavrinha tem um poder enorme, pois é a única forma de priorizar algo. Quando algo é importante, não basta dizer “sim” para isso, é preciso também dizer não para todo o resto, fechar as outras portas e caminhar pela escolhida.

Isso não significa que é fácil dizer não - se fosse, não precisaríamos desse texto - mas pense em quantas situações e problemas passamos por não saber o momento de usá-la. Precisamos aprender a dizer mais vezes o não, pois se o “sim” é permissão, o “não” te protege de vivenciar situações que não lhe acrescentam.

Aprenda a dizer não: Por que você ainda não sabe?

É fundamental que possamos desenvolver autoconhecimento para entender quais são as nossas necessidades e desejos, mas também para que possamos ouvir nossa voz interior, e assim, saber o melhor momento de dizer “não”.

Quais são os motivos que estão te levando a anular essa voz, e sempre falar “sim”? É importante que possamos nos atentar para as nossas necessidades e razões para sempre estar aceitando o que as outras pessoas pedem ou impõem.

Um fato que faz a pessoa sempre dizer “sim” é a falta de desenvolvimento emocional para lidar com o desconforto que falar “não” vai causar, seja nela mesma ou em quem está ouvindo. Negar o pedido de outra pessoa pode ser constrangedor, ou irritá-la, e nem todo mundo sabe navegar por essas águas.

Outro aspecto importante é a ligação entre aceitação e amor. A maioria de nós cresceu ouvindo algo como “seja bonzinho, e você vai ganhar o que pediu”. É uma espécie de negociação entre os pais e a criança - fale sim para o que eu preciso, e talvez eu fale sim para o seu desejo.

Amar não significa aceitar tudo. Pense em uma criança que é criada sempre ouvindo “sim” para todos os seus desejos. Ela vai crescer sem saber lidar com as suas emoções e não terá um maturidade emocional, tornando-se um adulto infantilizado - com o rei na barriga.

Por isso, para aprender a dizer “não” precisamos ter autoconhecimento e nos perguntar: será que estou fazendo isso porque eu realmente quero ou só para agradar as outras pessoas? Quem não sabe a resposta vai buscar a aceitação de todas as pessoas, mesmo sabendo que isso é impossível, e se complicar quando não puder cumprir todas as promessas feitas.

Quando agimos através do amor próprio entendemos que é preciso nos colocar em primeiro lugar, praticando o autocuidado e vendo as necessidades das outras pessoas como iguais às nossas. Sim, precisamos ajudar os outros, mas também precisamos ajudar a nós mesmos!

Essa não é uma ideia nova. A própria Bíblia já ensina a amar ao próximo como a ti mesmo, cuidar dele e desejar o bem para ele como faz para si. De que forma isso é possível, se você não está olhando e atendendo às suas necessidades?

Aprenda a dizer não: três conselhos práticos

Talvez você já tenha visto o que eu disse em outros lugares. Muitas pessoas compartilham essas ideias e transmitem a mensagem: aprenda a dizer não. O problema é que a grande maioria termina aí, e não fala sobre como fazer. Com essas três ideias, você pode ter mais controle sobre o “sim” e o “não” escolhendo onde investir seu tempo e sua energia!

1. Mostre o seu lado

Se for possível, fale sobre os motivos que te levaram a dizer não. Essa é uma forma de fazer com que as pessoas entendam nossa situação e não pensem que somos apenas egoístas. No fim das contas, você não deve essa satisfação, mas pode usá-la para acalmar as próprias emoções. Com esse recurso, o ‘não’ torna-se mais simples, sem criar um clima de tensão ou desconforto.

Essa também é uma prática de autocuidado e autoconhecimento, pois conforme apresentamos as nossas razões para dizer ‘não’ estaremos ouvindo essas palavras serem externalizadas e confirmando a importância de atender nossas próprias necessidades.

Em outras palavras, quando você diz “não posso fazer porque tenho esse motivo”, sua mente irá se comprometer com a explicação, e gastará menos energia pensando em tudo que a outra pessoa pode achar da sua negação.

2. Entenda a importância de dizer não

O não é a palavra que vai nos proteger de vivenciar situações capazes de anular a nossa autenticidade e personalidade. Até você compreender isso, vai estar passando por problemas que seriam evitados com um simples não.

Ele também permite que o outro tenha espaço para amadurecer, encontrar novas formas de atingir o próprio objetivo, sem depender de você para isso. Se a outra pessoa demonstra raiva, é porque ela também não sabe lidar com as próprias emoções - afinal, você só negou um pedido que nem era sua obrigação, então não há motivo para ela se irritar.

3. Observe as outras pessoas

Quando você diz sim, está dedicando seu tempo, energia e recursos para ajudar alguém. Isso é normal, e em certa medida necessário, mas sempre vale se perguntar: a outra pessoa faz isso por você, ou apenas pede e nunca dá?

Se você faz dois ou três favores para alguém, e quando precisa de ajuda só ouve um “não” ou uma desculpa qualquer, existem grandes chances dessa outra pessoa estar explorando as suas emoções. Talvez ela não faça isso por maldade, mas mesmo assim está fazendo.

Na mente dela, pedir algo a você é fácil, pois ela sabe que “você nem se importa em fazer”. É uma relação problemática, pois o outro lado tem benefícios reais, enquanto você só ganha o conforto momentâneo de saber que agradou alguém, mas sua vida não avança nem um milímetro. Aprenda a dizer não, começando por essas pessoas!

Artigo publicado em:
26/04/2022
foto romanni

Romanni Souza

Criador da Hipnose Transformacional, graduado em psicologia pelo Unipam, e pós graduado em neurociências pela PUCRS. Fundador do Instituto Romanni, com mais de 20 mil pessoas transformadas.

Siga-nos nas redes sociais

instagram bar
icone atendente
Fale conosco
(34) 8416-2218
Siga o Instituto Romanni nas Redes Sociais
ASSINE AGORA +
Romanni SouzaTermos de UsoPolitica de Privacidade
© Copyright 2021. Todos os direitos reservados. | Instituto Romanni. CNPJ: 23.476.391/0001-10